Photo

Theatro Municipal - Rio de Janeiro, 2013

Photo

Museu Paulista - São Paulo, 2011

Photo

Barbacena - Minas Gerais

Photo

Visitando o Museu Imperial de Petrópolis (RJ), em 2011

Photo Set

Nova Friburgo Country Clube

Entrada, Casa de Bonecas e Jardim Histórico - tombado pelo IPHAN.

Fotos tiradas em 17/03/2013

Video

Carmem Miranda - Chica Chica Boom Chic


Carmem Miranda no clipe de abertura do filme “Uma noite no Rio”, ao lado de Don Ameche.

Photo Set

Estas são algumas fotos da casa onde a mãe da nossa querida estrela Carmem Miranda viveu, de 1925 a 1932 e onde possuía uma pensão de refeições.

Está localizada na Travessa do Comércio - Arco do Teles, no centro histórico da cidade do Rio de Janeiro.

Hoje, existe no local um restaurante self-service com karaokê.

Sinceramente, acho que o local merece maiores investimentos e planejamento. Essa antiga residência poderia ser transformada em um museu, que resgatasse a memória da artista portuguesa que acolheu o Brasil divulgando-o no exterior - principalmente nos Estados Unidos.

Independente de se tornar um pequeno museu ou continuar como restaurante, o local deveria fazer jus à história de suas antigas proprietárias e que estar à altura dos belos restaurantes que podemos encontrar no Arco do Teles.

Para tanto, seriam necessários uma investigação sobre a história da Carmem Miranda e de sua família, e uma decoração que demonstrasse todo o seu charme, beleza e brilhantismo.

Não sei quem o proprietário do local, pois havia apenas um senhor sentado próximo ao balcão que não se interessou em falar com o grupo que eu acompanhava por ali, provavelmente trabalhando.

Uma residência tão bem localizado, com fachada e interior tão bonitos e com uma história interessante, merece ser valorizado… não é?!

Photo Set

Palácio Quitandinha - Petrópolis/RJ

Construído em 1944 por Joaquim Rolla e Antonnio Fautino para ser o maior hotel cassino da América Latina, seu estilo arquitetônico utiliza o rococó hollywoodiano (internamente) e o normando-francês (externamente) - este último bastante presente na arquitetura de Petrópolis devido à colonização alemã. O terreno era propriedade do sr. Antonnio Faustino, engenheiro-chefe e vice-diretor da Estrada de Ferro Central do Brasil, cuja irmã, Margherita, se casou com Joaquim Rolla. Antonnio já era proprietário do Castelo de Montebello.

Possui 50 mil metros quadrados e seis andares, divididos em 440 apartamentos e 13 grandes salões com até 10 metros de altura. A cúpula do Salão Mauá é a segunda maior do mundo, medindo 30m de altura e 50m de diâmetro.

Na construção do lago foi usada uma grande quantidade de areia da praia de Copacabana.

O lago em toda a extensão de sua imponente fachada possui o formato do mapa do Brasil e foi construído como único suporte viável no caso de um inesperado incêndio.

Passaram por seus salões estrelas do porte de Errol Flynn, Orson Welles, Lana Turner, Henry Fonda, Maurice Chevalier, Greta Garbo, Carmen Miranda, Walt Disney, Bing Crosby e até um rei destronado (Carol II da Romênia). E políticos como Getúlio Vargas e Evita Perón, quando da Conferência Interamericana de 1946. Nas suas dependências ocorreu a assinatura da declaração de guerra dos países americanos ao Eixo, durante a Segunda Guerra Mundial. Realizou-se também, em 1957, a 16ª Conferência Mundial de Bandeirantes, que contou com representantes de 23 países Associados à WAGGGS (Word Association of Girl Guides and Girl Scouts).

Em 30 de maio de 1946, o presidente Eurico Gaspar Dutra decretou a proibição do jogo no Brasil e o Quitandinha a partir da década de 1960 começou a ter dificuldades para sobreviver somente como hotel. Seu alto padrão exigia alto custo a seus hóspedes e sem o cassino começou a perder para concorrentes da época localizados mais próximos das classes mais abastadas e das maiores esferas de poder, como o Hotel Glória e o Copacabana Palace Hotel. Em 1962 o Palácio Quitandinha deixava de funcionar como hotel.

Seus apartamentos foram vendidos por Joaquim Rolla a partir de 1963, fazendo ali um dos maiores clubes do mundo, que lucrou muito com o aumento da economia brasileira nos anos 70. Mas a manutenção tornou-se inviável com a venda de muitos títulos de sócios remido (sócios fixos, sem pagamento de mensalidade) e assim exauria-se o lucro mensal.

Outros fatos que agravaram a situação do clube foi a elevação da inflação no Brasil e também a acensão de outros pólos de turismo no estado do Rio como o litoral fluminense (Cabo Frio, Armação dos Búzios), dividindo turistas provenientes da capital e reduzindo ainda mais o número de sócios pagantes.

Com os fatos citados o clube não se manteve por seu alto custo de manutenção. Com a venda de todos os apartamentos do antigo hotel surgiu o condomínio do Palácio Quitandinha.

A parte social, no passado ocupada pelo clube, é utilizada atualmente para congressos, eventos, shows, feiras e outras opções de entretenimento que auxiliem nos custos de preservação do mesmo. O palácio oferece o teatro mecanizado, patinação no gelo e boliche. Seu teatro e salões são usados com frequência no Festival de Inverno, época do ano em que tais espaços recebem diversas atividades culturais. Em outras épocas do ano tanto o teatro como os salões possuem uso esporádico, destinado ao setor privado de eventos em sua maioria.

Video

Emicida - Crisântemo

Pobre, Rico

Belo, Feio

Fraco, Forte

O que é o belo pra você?

E o que é o forte?

Aquilo que realmente importa não é ter o carro do ano, nem o celular da moda. 

O que importa é ter dignidade, respeito, vez e voz.

Brasil: um tanto feio, mas belo. Às vezes fraco, mas acima de tudo… FORTE.

Não se pode fechar os olhos,

"porque a vida é só um detalhe… A vida é só um detalhe"